Falta de calendário é a maior dificuldade para formação do elenco do ASA

No sul da Bahia, na cidade de Itabuna, distante cerca de 781 km  de Arapiraca, o técnico Evandro Guimarães, novo comandante do ASA para 2020, segue mantendo contatos com alguns jogadores para formar o elenco alvinegro e iniciar os trabalhos de pré-temporada, mas devido a falta de calendário tem encontrado algumas dificuldades para fechar com alguns atletas. Em entrevista exclusiva ao Top Esporte, o treinador falou sobre algumas situações.

Em 2020, o alvinegro da ‘Terra de Manoel André’ tem confirmado para disputar um torneio em dezembro e o Campeonato Alagoano que deve ir até o final de abril, depois o clube encerra sua participação na temporada.

“Estamos mantendo contato com alguns atletas, mas não está sendo fácil devido à falta de calendário. Não estou lamentando até porque aceitei o desafio e vamos tentar montar um time competitivo. O nosso maior problema é o calendário e não financeiro”, disse o treinador.

Por telefone, Evandro Guimarães disse ainda que o trabalho na montagem da equipe tem que ser feito com muita atenção porque quando os jogadores estão em campo ninguém que saber das dificuldades, apenas cobram bons resultados.

Questionado sobre o que alguns jogadores têm falado, o treinador enfatizou:

“Eles pedem uma segurança contratual maior. Por exemplo: a gente fala com um determinado jogador convidando para vir defender o ASA, aí o cara fala que tem uma proposta de um determinado clube que vai disputar o Estadual, a Copa Verde, Copa do Brasil e a Série C. Como fazer para convencer um jogador desse? Mas estamos trabalhando e em alguns casos vamos reverter a situação”, com bastante otimismo, falou Evandro Guimarães.

O treinador alvinegro ainda não definiu junto a diretoria do clube uma data prevista para chegar em Arapiraca, porém, segue em contato constante com o presidente executivo Moisés Machado Filho.