Ainda sem Valentim, Botafogo desafia o Palmeiras no Pacaembu

Resultado de imagem para Botafogo desafia o Palmeiras no Pacaembu
CORREIODAPARAIBA

 

Ainda sem a presença do novo técnico Alberto Valentim, anunciado nesta sexta-feira como substituto de Eduardo Barroca e com desfalques importantes, o Botafogo enfrenta o Palmeiras neste sábado, às 21h, no estádio do Pacaembu, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time alvinegro vem de vitória por 3 a 1 sobre o Goiás que pôs fim a uma sequência de quatro derrotas seguidas. Está empolgado e passou por dias mais leves com o fim da série negativa. No momento, a equipe carioca soma 30 pontos e ocupa o 12º lugar.

“Temos que ter personalidade, jogar o jogo, buscar a posse e finalizar. Fazer coisas boas que já fizemos em outros jogos, neutralizar os pontos fortes do adversário, e buscar a vitória”, disse o técnico interino Bruno Lazaroni. Ele ficará no banco no duelo. Na segunda-feira, Valentim será apresentado oficialmente e assumirá o comando do time. Será a segunda passagem dele pela equipe alvinegra. Na primeira, em 2018, foi campeão carioca.

Lazaroni também comentou nesta semana sobre a polêmica do áudio vazado em que o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro disse que “não gostaria de ter ninguém deste grupo em 2020”, e afirmou que Lazaroni teria criticado alguns atletas do elenco, como Rodrigo Pimpão e Léo Valência. Segundo o interino, o caso está foi esclarecido por Montenegro e está superado.

O zagueiro Marcelo Benevenuto, os meias Cícero e Diego Souza e o atacante Rodrigo Pimpão receberam o terceiro cartão amarelo contra o Goiás na última quarta e desfalcam a equipe no Pacaembu.

O goleiro Gatito Fernández, com a seleção paraguaia, e o lateral-direito Marcinho, com a seleção brasileira, seguem fora. Em contrapartida, o argentino Joel Carli volta à equipe depois de cumprir suspensão pelo terceiro amarelo e retoma seu posto na zaga ao lado de Gabriel. Gilson também volta a ficar à disposição, mas não é certo que retorne à lateral esquerda, já que Lucas Barros e Yuri agradaram quando foram utilizados.

Alan Santos deve substituir Cícero e é provável que Leo Valência fique com a vaga de Diego Souza. Na frente, Victor Rangel e Vinicius Tanque brigam para saber quem substitui Rodrigo Pimpão.

“É uma equipe de muita qualidade. Tem um ataque poderoso, uma defesa forte, jogadores de qualidade do meio para frente. Não mudou muito, acredito eu, em relação ao trabalho anterior. Obtiveram bons resultados com a chegada do Mano, estão oscilando neste momento, mas tem muitas qualidades e a gente vai procurar neutralizá-las”, disse o interino.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estadão Conteúdo