Boxeador russo de 28 anos morre após sofrer lesões cerebrais em luta

Luta aconteceu na última sexta-feira contra Subriel Matias (Foto: Reprodução)
O russo Maxim Dadashev, de apenas 28 anos, faleceu nesta terça-feira por conta de lesões que sofreu na região do cérebro durante uma luta na última sexta-feira, segundo seu treinador Buddy McGirt e o responsável pelo seu condicionamento físico, Donatas Janusevicius.

Segundo o jornal The Guardian, Dadashev foi colocado em coma induzido após a derrota para Subriel Matias em luta eliminatória do título do IBF Welterweight, na última sexta-feira. Ele foi operado em Maryland após ser constatado sangramento no cérebro e, no sábado, médicos do hospital disseram que o lutador havia sofrido danos cerebrais graves. Nesta terça, então, veio a confirmação de sua morte.

A luta entre os boxeadores foi brutal e interrompida pelo treinador do russo, Buddy McGirt, na 11ª rodada, depois que ele decidiu que seu lutador havia sofrido muito dano. Dadashev vomitou em seu caminho de volta ao vestiário e deixou a arena em uma maca, segundo o periódico britânico.

Dadashev nasceu em São Petersburgo, mas cresceu na Califórnia. Ele estava invicto há 13 lutas quando foi enfrentar Matias na sexta-feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE – GAZETA ESPORTIVA