Seleção masculina de polo aquático sofre segunda derrota no Mundial

Resultado de imagem para Seleção masculina de polo aquático
LANCE!

 

A seleção brasileira masculina de polo aquático sofreu a segunda derrota no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Gwangju, na Coreia do Sul. Nesta quarta-feira, a equipe nacional perdeu por 15 a 8 para a Alemanha, agora precisando triunfar na rodada final para não ser eliminada na fase de grupos.

O Brasil já havia perdido em sua estreia na competição, para a Itália, por 14 a 5. E é a única equipe que ainda não pontuou no Grupo D do torneio, liderado pelos italianos, com quatro pontos, seguidos por alemães, com três, e japoneses, com um.

O primeiro colocado da chave avança direto às quartas de final, enquanto o vice-líder e o terceiro estarão na segunda fase. E para obter uma dessas duas últimas vagas, terá de vencer o Japão na rodada final do grupo, em duelo marcado para as 23h10 (horário de Brasília) de quinta-feira.

No confronto desta quarta, o Brasil teve um início ruim de jogo, tendo sido batido no primeiro período por 4 a 1, com os alemães ampliando a vantagem para 10 a 2 no segundo. Depois, até equilibrou o confronto, mas não foi possível evitar a derrota. Gustavo Coutinho foi o destaque da equipe com três gols marcados.

Também nesta quarta-feira, nas disputas por equipes na rotina livre do nado artístico, o Brasil ficou apenas na 16ª colocação no classificatório, não avançando à final. A equipe nacional fez 80,06667 pontos nas eliminatórias, sendo que a última seleção que obteve uma vaga foi Israel, em 12º lugar, com 82,93333.

Ainda pelo nado artístico, mas sem a presença de brasileiros, a russa Svetlana Romashina faturou a medalha de ouro na rotina livre solo, com 96,46667 pontos. A espanhola Ona Carbonell foi a segunda colocada, com a japonesa Yukiko Inui ficando em terceiro lugar.

Já nas eliminatórias da plataforma individual de 3 metros dos saltos ornamentais, os dois brasileiros que competiram nas eliminatórias foram eliminados. Entre 57 participantes, Luis Moura foi o 51º colocado, com 287,95 pontos, logo à frente de Kawan Pereira, com 275,90. Apenas os 18 primeiros avançavam às semifinais, que já foram realizadas, com o chinês Xie Siyi tendo o melhor desempenho, com 522,60 pontos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estadão Conteúdo