CBF desmente Andrés e nega “suposto contato” de Raí por cargo na Seleção

Andrés Sanchéz e RaíAndrés Sánchez e Raí mantêm rivalidade antiga – Foto: Gero Rodrigues; Guilherme Rodrigues/Folhapress

Por meio de nota oficial, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desmentiu o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, na noite desta terça-feira. No comunicado, a entidade negou que o diretor-executivo de futebol do São Paulo, Raí, tenha entrado em contato se oferecendo para o cargo de coordenador da Seleção Brasileira principal, vago desde a saída de Edu Gaspar para o Arsenal.

A polêmica surgiu quando o mandatário alvinegro acusou, em entrevista à Fox Sports, o dirigente tricolor de estar “telefonando para a CBF querendo ir para o lugar do Edu. Falta de respeito com a torcida do São Paulo, com a instituição e com o presidente que segura ele lá”.

Na tarde desta terça-feira, enquanto o São Paulo treinava no CT da Barra Funda, Raí deu um pequeno depoimento aos jornalistas presentes no local e rebateu as acusações do presidente do Corinthians.

“Primeiro, lamentável você ter que vir aqui para falar de uma declaração do Andrés, mas, enfim, falo em respeito à torcida do São Paulo. Todo mundo sabe que não sou de largar desafios no meio. Segundo, eu não troco o São Paulo por nada. Terceiro, se ele está falando do São Paulo e de mim é porque está preocupado com a gente. E para terminar, todo mundo sabe que ele tem coisas muito mais graves para cuidar”, declarou Raí.

Abaixo, veja a nota oficial da CBF sobre o assunto:

“A CBF informa que não são condizentes as notícias sobre um suposto contato com o diretor de futebol do São Paulo, Raí, para o cargo de Coordenador da Seleção Brasileira Principal, por sua iniciativa ou dele. A CBF respeita os clubes e tem a certeza que alguém da categoria de Raí tem a mesma postura em relação ao seu clube”.

 

 

 

 

Fonte: Gazeta Esportiva