santos flamengo x athletico maracanã copa do brasil
Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes

O Flamengo está eliminado na Copa do Brasil. Após empatar no tempo normal por 1 a 1 contra o Athletico Paranaense, a equipe parou nas penalidades máximas diante de um Maracanã completamente lotado e está fora da competição. Nas cobranças, a equipe carioca errou três cobranças e não conseguiu reverter a desvantagem. 3 a 1 nas penalidades e Furacão na semifinal.

MUDANÇAS NA EQUIPE

Jorge Jesus resolveu mexer na equipe para a partida. Em relação ao time que goleou o Goiás pelo Campeonato Brasileiro, o técnico promoveu as entradas de Cuéllar no lugar d Willian Arão e Lincoln no lugar de Bruno Henrique, que sentiu uma lesão.

LESÃO DE ARRASCAETA

E logo com quinze minutos a torcida do Flamengo teve motivos para lamentar. O uruguaio Arrascaeta, que fez ótima partida contra o Goiás, sentiu uma lesão e pediu para ser substituído. Vitinho entrou no seu lugar. Isso porque aos sete minutos o meia havia criado uma ótima chance em cabeçada para a defesa do goleiro Santos.

PRESSÃO

O Flamengo continuava sua blitz para buscar um gol nos primeiros instantes de jogo. Com quinze minutos, a melhor chance. Rafinha cruzou para dentro da área onde estava o garoto Lincoln. Ele desviou, mas Santos, com o pé esquerdo, fez ótima defesa. O Athletico teve sua melhor chance aos 30 minutos com Rony, que chutou forte da entrada da área. A bola saiu por cima de Diego Alves.

OLHA O GABIGOL!

O jogo se mostrava complicado para o Flamengo. O Athletico marcava bem e o time não encontrava espaços na defesa adversária. Mas aí apareceu o artilheiro flamenguista na temporada. Gabigol aproveitou ótima jogada de Vitinho pela lateral e a ajeitada de Everton Ribeiro com a cabeça. O atacante pegou de primeira, sem chances para Santos. 18º gol dele em 29 jogos na temporada. O 20º na história da Copa do Brasil.

FURACÃO VIVO

Mas o Athletico não estava morto. Aos 31 minutos, Bruno Nazário deu ótimo lançamento para Rony, ele carregou em velocidade e chutou rasteiro na saída de Diego Alves. O goleiro do Flamengo chegou a tocar na bola, mas não adiantou.

NAS PENALIDADES DEU FURACÃO

O jogo foi para a decisão nos pênaltis. As duas primeiras cobranças foram desperdiçadas pela equipe carioca com Diego, chutando no meio do gol e Vitinho, que bateu por cima. Jonathan e Lucho González fizeram para o Athletico. Cuéllar fez para o Fla e Bruno Nazário perdeu, dando esperança aos flamenguistas. Everton Ribeiro errou de novo e coube a Bruno Guimarães bater o pênalti decisivo que classificou o Athletico.