A sensação de que a habilidade de Juninho Paulista vai muito além das quatro linhas marca sua ascensão ao posto de Coordenador de Seleções. Confirmado para o cargo na última segunda-feira pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, o pentacampeão mundial precisou de poucos meses para chamar atenção pela forma como trabalha na entidade máxima do futebol nacional:

– Juninho atualmente goza de um grande prestígio frente à CBF. E é muito surpreendente a maneira como tem trabalhado tão bem como dirigente. Parece que é “macaco velho”. Além disto, seu estilo é muito parecido com o do Edu (Gaspar, seu antecessor no cargo). A Seleção está em boas mãos. – garante ao LANCE! Francisco Novelletto, um dos vices da CBF e presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

‘É uma pessoa aplicada, pró-ativa, que dominou fácil a rotina do escritório’, diz Novelletto

Novelletto detalhou os elogios que o novo Coordenador de Seleções vem recebendo desde abril. Juninho Paulista ocupou anteriormente o cargo de Diretor de Desenvolvimento do Futebol.

– É uma pessoa muito aplicada, pró-ativa, que dominou fácil a rotina no escritório. Não é qualquer “boleiro” que consegue isso.

Juninho Paulista teve contato na CBF inicialmente com Branco, que coordena as divisões de base da entidade. O pentacampeão buscou mudanças em competições das Série C e D. Aos olhos do ex-lateral, o curto período de convívio foi suficiente para já trazer avanços:

– Trocamos muita ideia quanto a metodologias de trabalho, de como poderíamos desenvolver o futebol brasileiro. E ele sempre procura ouvir as pessoas que o cercam.

Para Branco, a ida de Juninho Paulista para um cargo mais próximo a Tite tende a manter o patamar da atual Seleção Brasileira:

– O Juninho é um cara muito prático, assim como era dentro de campo. Tem experiência, foi um grande gestor no Ituano. Isto facilitará muito uma sequência de trabalho e também a integração entre as seleções.

MARCADO POR SER UM GESTOR HÁBIL E QUE MUDOU RUMOS NO ITUANO

‘É um cara flexível e muito agregador’, diz Tarcísio Pugliese, ex-técnico do Ituano (Reprodução Instagram)

Os elogios à conduta de Juninho Paulista fora dos gramados também sobram entre quem conviveu com ele no Ituano. Treinador do clube por dois anos e nove meses, Tarcísio Pugliese valorizou a humildade do ex-jogador, que foi gestor do Galo de Itu:

– Além de ser um cara muito inteligente, o Juninho é muito flexível e gosta muito de futebol. É um cara que mostra bastante humildade.

Atualmente no comando do XV de Piracicaba, o treinador destacou a maneira como o ex-jogador lidava com a rotina no Ituano:

– Ele é bastante aberto a ouvir pontos de vista diferentes. Nunca teve problema em mudar de opinião caso alguém sugerisse uma ideia que parecesse melhor.

Gestor entre 2009 e 2019, Juninho elevou os padrões do Galo de Itu (onde começou sua carreira como jogador). Além de reativar as categorias de base,  foi decisivo nas contratações de jogadores, levou o time ao título paulista em  2014 e deu estrutura ao Ituano.

Pugliese vê com bons olhos o novo caminho de Juninho:

– Ele é agregador, simples. Sem dúvida, terá muito a acrescentar à Seleção.

Juninho terá de organizar os amistosos de outubro e novembro da Seleção (Lucas Figueiredo/CBF)

A primeira missão de Juninho Paulista no novo cargo acontecerá em breve. O novo Coordenador de Seleções organizará os amistosos da Seleção Brasileira a serem realizados nos meses de outubro e novembro. Inicialmente estão previstos para ocorrer dois duelos na Ásia e outras duas partidas noOriente Médio.

Na reunião que teve com seu antecessor, Edu Gaspar (que saiu para se tornar diretor técnico do Arsenal), o pentacampeão mundial já ficou a par do planejamento em que se encontra a Seleção. O ex-coordenador selou duelos com Colômbia e Peru, que ocorrerão nos dias 6 e 9 de setembro, respectivamente.

– Ele e o Edu são grandes parceiros. Não tenho dúvida de que o nível da Seleção Brasileira será mantido – diz Francisco Novelletto.

CONFIANÇA NO POTENCIAL DO CRAQUE

Juninho Paulista
Branco (à esquerda na foto), sobre Juninho: ‘Creio que será crucial para o futebol nacional’ (Lucas Figueiredo/CBF)

COM A PALAVRA

‘Ele tem uma visão ampla do futebol’

BRANCO

Ex-jogador e atual coordenador de base da CBF

A escolha pelo Juninho Paulista foi bastante acertada. Ele ajudou muito no período em que teve próximo das categorias de base da Seleção, e tenho certeza de que dará sequência ao bom trabalho que o Edu Gaspar já vinha fazendo.

Tenho certeza de que, assim que assumir o cargo de Coordenador de Seleções, o Juninho manterá o vínculo forte entre a base e a Seleção principal. Afinal, os garotos são nosso futuro.

Sempre me chamou atenção a metodologia de trabalho que o Juninho tem.
A visão de trabalho dele é muito ampla, procurando valorizar todas as divisões do futebol nacional e dar uma unidade à Seleção Brasileira. Acredito que, neste novo cargo, ele será crucial para o futebol nacional.