Em comunicado oficial, a assessoria de Pedro, atacante do Fluminense, confirma o desejo do jogador em ouvir propostas de clubes interessados em seus serviços. O Flamengo surgiu forte para contratar o atacante, mas o presidente Mário Bittencourt recusou a proposta do Rubro-Negro e afirmou que o atleta só sai mediante ao pagamento da multa, que gira em torno de 50 milhões de euros. Com isso, o clube da Gávea desistiria do negócio para evitar rusgas.

Segundo o Staff do atleta, ouvir novos projetos é um direito do atacante, e as conversas são as melhores formas de conduzir um negócio.

Confira a nota na íntegra
Em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (5) com a diretoria do Fluminense Football Club, Pedro mostrou, mais uma vez, interesse em ouvir o 
projeto esportivo e financeiro dos clubes interessados em seu trabalho por entender que este é um direito de qualquer profissional, seja este da área que for.
Entendemos ser importante o diálogo e a conversa buscando o melhor para ambas as partes.

A nota oficial foi emitida para esclarecer as notícias divulgadas pelo colunista Ancelmo Góis, do jornal O Globo. A coluna havia informado, anteriormente, que o atacante Pedro teria comunicado à diretoria do Fluminense o desejo de jogar pelo rival Flamengo.

Último capítulo do caso
Na última terça-feira, dia 30 de junho, foi publicado a informação que o Flamengo tinha desistido de contratar o Pedro. O bom relacionamento com o Fluminense, com quem divide a gestão do Estádio do Maracanã desde abril, foi a justificativa

A diretoria do Flamengo preparava uma oferta de 12 milhões de euros – cerca de R$ 52, 292 milhões – por 50% dos direitos econômicos do atacante que pertencem ao Fluminense. Mesmo com a proposta superando a do Real Madrid, feita no ano passado (18 milhões de euros por 100% dos direitos econômicos do jogador), a direção das Laranjeiras se manteve irredutível, mesmo com o atacante demonstrando o desejo de negociar..