O São Paulo não deve contratar o lateral-esquerdo Adriano, que está livre no mercado após deixar o Besiktas. Após mais de um mês de conversas, o jogador de 34 anos, que chegaria para jogar pela direita, não adequou sua pedida salarial à realidade tricolor. Por parte do clube, a negociação está finalizada.

​Sem Adriano, que era o preferido de Cuca, não há um nome de consenso pra a lateral. Gilberto, emprestado pela Fiorentina (ITA) ao Fluminense até dezembro, era o plano B, mas sinalizou que não quebrará o vínculo com a equipe carioca devido a atrasos salariais. Com isso, o foco da diretoria passa a ser o ataque.

Raniel, do Cruzeiro, e Luciano, do Fluminense, estão na mira. O clube tenta viabilizar um desses dois nomes.

Raniel sempre esteve no radar de Cuca. O técnico indicou o argentino Juan Dinenno, emprestado pelo Racing (ARG) ao Deportivo Cali (COL) e também considerado muito caro, e citou o reserva da Raposa como segunda opção.

​Luciano entrou na mira do clube após pedir para não completar o sétimo jogo no Brasileirão pelo Fluminense e abrir a possibilidade de sair. Há outras equipes interessadas.

Cuca quer um jogador para atuar como referência, embora Raniel e Luciano não sejam exatamente pivôs. Ricardo Oliveira chegou a ficar próximo, mas o técnico não se animou muito com o nome e o negócio não vingou.