Pouco antes de a bola rolar para o duelo entre Brasil e Paraguai, realizado na Arena do Grêmio nesta quinta-feira, pelas quartas de final da Copa América, a Conmebol puniu a CBF com 15 mil dólares (cerca de R$ 57 mil) por conta de gritos de “bicha” no tiro de meta da estreia da Seleção no torneio, no Morumbi.

De acordo com a Conmebol, o Brasil infringiu três artigos do regulamento disciplinar da entidade sul-americana. O duelo ocorreu diante da Bolívia, quando o goleiro Carlos Lampe foi alvo de gritos homofóbicos de parte da torcida presente ao estádio do São Paulo. O placar foi 3 a 0 para a equipe de Tite.

Nas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia-2018, a CBF já havia sido multada e advertida pelos mesmos motivos. A entidade nacional já teve que desembolsar cerca de R$ 500 mil para a Fifa.