O Vasco se pronunciou pouco após a confirmação da morte do atacante Thalles em um acidente de moto. O clube lamentou o ocorrido e prometeu prestar assistência aos familiares, além de decretar luto por três dias. O jogador defendeu o Cruz-Maltino a partir dos 11 anos e se profissionalizou em 2013.

Forte fisicamente, Thalles foi aluno do Colégio Vasco da Gama e era uma das grandes promessas do clube. Ele marcou duas vezes na vitória por 3 a 2 diante do Goiás na Copa do Brasil ainda em 2013 e fez os dois gols que garantiram o acesso do Vasco para a Série A em 2016, contra o Ceará.

Ainda na base, Thalles foi o principal nome da equipe campeã da Taça Belo Horizonte em 2013. Ele ainda foi convocado para a Seleção Brasileira sub-20 em 2014. Em cinco temporadas na equipe principal, o atleta disputou 157 partidas, marcou 36 gols e conquistou quatro títulos: Campeonato Carioca 2015, Taça Guanabara 2016, Campeonato Carioca 2016 e Taça Rio 2017.

Alguns problemas extra-campo e a luta contra o peso, porém, dificultaram a vida dele em São Januário. Depois de um empréstimo ao Albirex Niigata, do Japão, ele foi defender a Ponte Preta no início de 2019. O atacante fez cinco gols em 19 jogos na temporada.