Não deu para o Gigante: ASA sofre goleada e está eliminado da Série D

Em um jogo marcado por erros da arbitragem e desatenção do time do ASA, o alvinegro arapiraquense sofreu o revés para o Itabaiana, perdeu por 4 a 1, e foi eliminado do Campeonato Brasileiro da Série D.

O jogo

Em um bate-rebate na área do ASA aos 21 minutos, o time arapiraquense sofreu o primeiro gol contra, depois de uma boa jogada do atleta Gaúcho.

Atônito com o gol sofrido, o zagueiro Salazar não acompanhou o atacante Sergipano e em um lance duvidoso o árbitro marcou pênalti contra o time alagoano. O atacante Luiz Paulo cobrou com perfeição e abriu o placar: Itabaiana 2 a 0.

Insatisfeito com o árbitro Wanderson Alves de Souza, da Federação Mineira de Futebol, o técnico do ASS, Nedo Xavier reclamou e foi expulso.

Aos 35 minutos, o meia Júnior, do ASA, cobrou a falta e, de cabeça, o capitão do time alvinegro, Paulinho, diminuiu a diferença e balançou a rede do Itabaiana, deixando o placar em 2 a 1, mantendo a vantagem do ASA na classificação.

Nos minutos finais da primeira etapa,  o zagueiro Berto, do Itabaiana, comete falta no atacante alvinegro Thauan e recebe cartão vermelho e expulso de campo.

2º tempo

Logo aos 10 minutos, o meio-campista Aurélio empolgou a torcida local e ampliou o placar para 3 a 1.

Se não bastasse a derrota, o zagueiro Luiz Eduardo, que entrou no lugar do Walter, que saiu de campo no início do primeiro tempo, foi expulso e acabando a vantagem do alvinegro de ter um jogador mais  em campo.

Aos 23 minutos, o atacante Zé Artur entrou no jogo e aproveitou a bola parada na pequena área e marcou o quarto gol do Itabaiana, sem reação alvinegra.

O jogo terminou aos 49 minutos com a desclassificação do ASA e a vitória e classificação do Itabaiana para a próxima fase da Série D, do Campeonato Brasileiro. O Itabaiana vai enfrentar o Fluminense, de Feira de Santana, da Bahia.