Jogadores ‘derrubam’ técnico de time da Série D antes de jogo decisivo

Resultado de imagem para técnico cae cunha

 

Após dois meses dirigindo a equipe e às vésperas da decisão da vaga no jogo de volta contra o Iporá-GO neste domingo, 23, às 15h, no estádio Francisco José Ferreira – o Ferreirão-, o treinador do União-MT, Caé Cunha foi desligado do clube. Para a partida decisiva valendo vaga para terceira fase do Campeonato Brasileiro da Série D, o preparador de goleiros Adiel Rodrigues comandará o União.

O presidente do ‘Vermelhinho’, Edicarlos Olegine, afirmou que a saída de Caé foi em comum acordo entre diretoria e treinador. “Resolvemos, em consenso, rescindir o contrato não por deficiências técnicas e nem por causa da situação do clube na competição. Foram vários motivos que não foi declinar”, disse o cartola.

Caé dirigiu o União durante sete 7 jogos, com três vitórias, um empate e três derrotas, obtendo um aproveitamento de 51%. Mas, desde a sua chegada, Caé sentiu resistências ao seu estilo tanto pelos dirigentes, jogadores e torcedores. Há anos, Caé esteve como auxiliar de renomados treinadores brasileiros, mas não conseguiu implantar um padrão de jogo na equipe, além do que não conseguiu repetir uma única vez a mesma escalação.Para Adiel que há anos é funcionário do Colorado e tem bom relacionamento com os jogadores do elenco colorado, o novo cargo interino não é novidade, pois já cumpriu esse papel em outras épocas quando outros treinadores foram demitidos do clube.

A decisão
O União perdeu de virada o primeiro jogo desta segunda fase em pleno estádio Luthero Lopes pelo placar de 3 a 2 e volta a campo no domingo (23), às 14h00 horário MT, no Estádio Francisco Ferreira, na cidade de Iporá-GO. O União precisa vencer a partida por dois gols de diferença para garantir a classificação. Caso vença por um gol de diferença, a partida será decidida nos pênaltis. O empate favorece ao Iporá-GO.

 

 

 

 

 

 

 

Com informações do Futebol Interior