Mesmo com derrota, Ferreira vê Itabaiana superior ao ASA: “Não soubemos fazer a diferença”

Ferreira; Itabaiana — Foto: Wendell Rezende
Foto: Wendell Rezende

Quem olha apenas o placar do jogo entre ASA e Itabaiana, 2 a 0 para os alagoanos, pode até pensar que foi evidente a superioridade do time vencedor. Porém, quem assistiu ao jogo pode atestar que esse placar poderia muito bem ser invertido. O Tremendão dominou boa parte do confronto, teve mais posse de bola, chegou mais ao gol adversário, mas cometeu erros defensivos que custaram caro.

Não foi uma tarde das mais felizes no Coaracy da Mata Fonseca principalmente para o goleiro Weyde Andrade. No primeiro gol sofrido, ele saiu para pegar a bola e não a encontrou. Alef Manga se antecipou e marcou de cabeça. Na etapa complementar, ele estava adiantado quando Dinda acertou um belo chute de fora da área.

Treinador do Itabaiana, Ferreira endossou esse discurso da superioridade tricolor no jogo.

– Nosso time foi superior durante todo o jogo. Infelizmente, não soubemos fazer a diferença. Em dois lances de infelicidade nossa, sofremos os gols. Nós sabíamos que o time do ASA era muito forte nas jogadas aéreas e acabamos não tomando os cuidados necessários. No primeiro gol, houve um erro de nossa parte na marcação, e quando o nosso goleiro foi na bola, o atacante deles chegou antes. Continuamos pressionando e buscando ao menos o empate. Mas demos espaço para o atleta deles chutar de longe e fazer o gol. Futebol é assim mesmo, só que os 2 a 0 não traduzem de forma alguma o que foi o jogo – disse o treinador Ferreira.

Na partida da volta, marcada para o próximo sábado, dia 22 de junho, às 20h, no Etelvino Mendonça, o Itabaiana, se vencer por dois gols de diferença, levará a decisão para as penalidades. Um triunfo por três ou mais gols classifica automaticamente o time para as oitavas de final da Série D do Brasileiro.

Para esta partida, a expectativa fica por conta do retorno de dois dos principais nomes do time nesta Série D. Jacobina e Igor Alves estavam machucados e não jogaram.

– Agora, jogando em casa, vamos chegar com a proposta de reverter essa vantagem do adversário. Devemos ter de volta o Jacobina e o Igor Alves, que desfalcaram nosso time. Isso vai ser importante. Nosso time tem muita qualidade e tenho certeza de que, em casa, diante da nossa torcida, vai dar para chegar. Vamos lutar do começo ao fim por isso – finalizou o comandante tricolor.

Fonte: Globoesporte /SE