Líder do Campeonato Brasileiro e classificado para se manter na briga por Copa do Brasil e Libertadores, o Palmeiras pode reforçar seu elenco para o segundo semestre. O clube negocia com Ramires, ex-volante de Seleção Brasileira e Chelsea, que está sem contrato, e, caso acerte, ficará com mais nomes para a posição do que com armadores à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari.

A informação foi divulgada inicialmente pelo repórter Leandro Boudakian, da rádio Transamérica. O meio-campista de 32 anos está livre no mercado desde que fez acordo para deixar o Jiangsu Suning, da China, no mês passado. Chegou a ser colocado na mira de Flamengo e São Paulo e os responsáveis por sua carreira já estão cientes do interesse do Verdão.

Caso acerte salários e tempo de contrato com o Palmeiras, Ramires encontrará muita concorrência interna. O elenco já tem seis nomes para a sua posição: Felipe Melo (que acabou de renovar com o clube até dezembro de 2021), Thiago Santos, Bruno Henrique, Moisés (pediu a Felipão para ser opção mais frequente como volante), Jean e Matheus Fernandes (estes dois últimos raramente entram em campo nesta temporada).

Para funções mais criativas no meio-campo, o Verdão possui também seis alternativas: Gustavo Scarpa, Zé Rafael, Raphael Veiga, Lucas Lima, Hyoran e Guerra, que ainda nem estreou neste ano. O curioso é que Ramires também pode ser utilizado mais à frente, não somente como volante.

O ex-volante da Seleção não atua no futebol brasileiro desde 2009, quando trocou o Cruzeiro pelo Benfica, de Portugal, após ser vice-campeão da Libertadores daquele ano. Em 2010, já estava no Chelsea, onde foi peça fundamental na conquista da Liga dos Campeões da Europa, em 2012. Saiu da Inglaterra para a China em 2016, mas vinha sem espaço no Jiangsu Suning, chegando a atuar pelo time B do clube até acertar sua saída.

Ramires atuou na Copa de 2010 com Felipe Melo, sendo titular na equipe de Dunga que chegou às quartas de final (cumpriu suspensão na eliminação, contra a Holanda). No Mundial seguinte, em 2014, foi convocado por Felipão e enfrentou o atual treinador do Palmeiras enquanto ambos estavam na China.

O meio-campista pode ser a sétima contratação do Verdão para 2019. O clube trouxe até agora o volante Matheus Fernandes, do Botafogo (que só atuou duas vezes e perderia ainda mais espaço com Ramires), o meia Zé Rafael, do Bahia, os atacantes Arthur Cabral, do Ceará, Carlos Eduardo, do Pyramids, do Egito, e Felipe Pires, do Hoffenheim, da Alemanha, e o meia-atacante Ricardo Goulart, que já acertou sua volta ao Guangzhou Evergrande, da China.