Diego x Arrascaeta: camisa 10 tem melhor aproveitamento, uruguaio tem mais gols; compare

Resultado de imagem para Arrascaeta Diego
LANCE!

Tudo dá a entender que o técnico Abel Braga fará mudanças na equipe do Flamengo para a partida contra o Athletico-PR, neste domingo, no Maracanã. A principal delas está no meio-campo, onde o uruguaio De Arrascaeta deve perder a titularidade para Diego Ribas. Mas, a troca é realmente necessária? A troca é justificável nesta altura do campeonato? O LANCE! comparou os números dos atletas e mostra o raio-x. Confira!

 

MINUTOS EM CAMPO

Diego disputou 23 jogos pelo Flamengo em 2019, enquanto Arrascaeta entrou na mesma quantidade de vezes. Números iguais, mas que diferem nos minutos que estiveram no gramado em jogos oficias: 1473 para o brasileiro e 1445 para o uruguaio. Pesa o fato do camisa 10 já está adaptado, enquanto o uruguaio foi reforço e precisou se adaptar no novo clube.

 

GOLS MARCADOS

O uruguaio leva vantagem no quesito gols marcados: foram cinco, contra quatro de Diego Ribas. Apesar da diferença ser pequena, o valor dos gols difere bastante os atletas. Arrascaeta tem gols marcados em clássicos, finais – ambos contra o Vasco – e contra equipes de grande expressão (Internacional), enquanto Diego Ribas só balançou as redes contra adversários menos expressivos.

ASSISTÊNCIAS

Porém, Diego leva a melhor no número de assistências: são quatro contra apenas duas do uruguaio. Os números comprovam a teoria e as palavras do próprio Abel Braga, que considera o camisa 10 de muito mais de organização do que de infiltração, como é Arrascaeta.

APROVEITAMENTO NO FLAMENGO

O aproveitamento de Diego com a camisa do Flamengo são superiores quando comparados ao de Arrascaeta. O camisa 10 tem 71% e soma 15 vitórias, quatro empates e quatro derrotas em 2019. Pesa contra ter sido titular na derrota contra o Penãrol (URU), no Maracanã. Já o uruguaio tem 63%, com 12 vitórias, seis empates e quatro derrotas.

O QUE PESA A FAVOR?

Arrascaeta é visto como um fator novo no elenco do Flamengo. As suas principais características são de aceleração das jogadas e toques rápidos, se encaixando bem com o estilo de Everton Ribeiro e Bruno Henrique. Já Diego é mais organizador e tem a armação como destaque, fazendo a bola rodar e a movimentação ficar mais controlada, ao “estilo Abel”.

 

O QUE PESA CONTRA?

Arrascaeta não tem conseguido manter as boas atuações que teve no Campeonato Carioca, mas ainda está devendo no Brasileirão. Enquanto isso, Diego Ribas subiu de produção e aumentou a briga pela titularidade. Por outro lado, o camisa 10 é marcado pela torcida pela falta de títulos de expressão nos três anos que defendeu o Flamengo. O pênalti perdido contra a Chapecoense, por exemplo, pesa contra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LANCE!