STJD concede liminar a Léo de Deus, e duas vagas da seleção de natação para o Pan são suspensas

STJD concede liminar a Léo de Deus, e duas vagas da seleção de natação para o Pan são suspensas
Foto: Satiro Sodré

As convocações dos nadadores Diogo Vilarinho e Leonardo Santos para os Jogos Pan-Americanos estão suspensas de forma preventiva. A decisão é do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que concedeu uma liminar ao também nadador Leonardo de Deus, que questiona os critérios utilizados pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Desta maneira, a CBDA terá de manisfestar-se para explicações sobre como realizou a lista dos atletas para a competição que será realizada em Lima, no Peru. O prazo para o envio da lista de todos os nomes para o Pan termina no próximo dia 20 de maio – caso a CBDA não consiga solucionar o imbróglio até lá, a seleção brasileira teria 16 nomes ao invés de 18 na disputa.

No processo encaminhado para o STJD, Leonardo de Deus alega que tem o direito de integrar a seleção brasileira no Pan-Americano por obter os índices no país e também o posicionamento no ranking necessários. Entretanto, a CBDA divulgou o nome dos atletas Diogo Vilarinho e Leonardo Santos mais 16 atletas para o evento. Entre os critérios, estava o desempenho no Troféu José Finkel de natação, o Campeonato Brasileiro Absoluto. Em caso de empate, por assim dizer, a entidade utiliza os mecanismos pré-estabelecidos no regulamento interno.

A convocação para a competição continental aconteceu no dia 22 de abril. Nadador da Unisanta, Léo de Deus solicitou a revisão da convocação para a CBDA. Porém, com as negativas, ele encaminhou documentos de contestação. Diante de novas respostas que não responderam aos questionamentos, o nadador buscou um posicionamento ao STJD.

Pelo regulamento dos Jogos Pan Americanos a lista nominal dos atletas da natação deve ser submetida até o dia 16 de maio. O Comitê Olímpico do Brasil deu prazo para a CBDA enviar sua lista até o dia 20 de maio.Pela situação apresentada, e se não tivermos uma resolução até lá, a Seleção Brasileira que vai a competição terá apenas 16 nadadores na equipe masculina.

De acordo com a análise do presidente do STJD, Alessandro Kioshi Kishino, em Curitiba, no Paraná, os critérios utilizados pela CBDA para o preenchimento das 18 vagas para os Jogos Pan-Americanos não ficaram claros no Boletim nº77/2019, que divulgou a lista dos atletas que vão representar o país.

Desta maneira, Alessandro Kioshi concedeu a liminar ao nadador Leonardo de Deus e também solicitou as explicações para a CBDA.

Fonte: Globoesporte