Entre decisões, Fla mantém cobrança em alta diante da Chape

Foto: Divulgação/Flamengo

 

De uma quarta-feira a outra, o Flamengo vai de decisão na Libertadores às oitavas da Copa do Brasil. No meio disso, receber a Chapecoense às 11h deste domingo (12), pela quarta rodada do Brasileiro, poderia até parecer um compromisso despretensioso, mas o estado é de alerta.

Ao empatar sem gols com Peñarol na última quarta (8), no Uruguai, e cravar ida às oitavas do torneio continental, o time rubro-negro também estancou uma crise, com o técnico Abel Braga na berlinda. Agora tenta evitar dar brecha ao caos às vésperas de visitar o Corinthians, na próxima quarta (15), pelo mata-mata nacional.

“Em outros momentos, nós perdemos um pouco a concentração no que estava por vir, e isso é muito perigoso. Esse jogo é mais um que precisamos vencer. Não adianta, depois de um objetivo alcançado, a gente achar que pode ser dar ao luxo de perder pontos, ainda mais dentro de casa”, avaliou Diego.

Reserva em Montevidéu, o meia flamenguista voltará agora a figurar entre os titulares. Tal como no recente empate em 1 a 1 com o São Paulo, fora de casa, o Flamengo deverá ter em campo um time alternativo. Nas arquibancadas do Maracanã, contudo, a força será máxima, com mais de 50 mil ingressos já vendidos.

A Chape, por sua vez, vai escalar o que tem de melhor à disposição. As únicas baixas são Eduardo e Gustavo Campanharo, lesionados. Assim como o adversário carioca, o time alviverde já soma quatro pontos -também com uma vitória (contra o Inter), uma derrota (Corinthians) e um empate (Athletico-PR).

FLAMENGO
César; Rodinei, Thuler, Matheus Dantas e Trauco; Hugo Moura, Piris da Motta, Ronaldo e Diego; Berrío (Vitinho) e Lincoln. T.: Abel Braga

CHAPECOENSE
Tiepo; Bryan, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Augusto e Alan Ruschel; Renato, Régis e Everaldo. T.: Ney Franco

Estádio: Maracanã, no Rio
Horário: 11h deste domingo
Juiz: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

 

 

 

 

 

 

 

 

FOLHAPRESS