Com Bahia super favorito, começa neste domingo a decisão do Campeonato Baiano 2019

FOTO – Felipe Oliveira ECBAHIA

Contestado em quase todos os estados pela baixa competitividade, acusado de deficitário pelo desinteresse do torcedor e por atrapalhar o calendário do futebol nacional, o Campeonato Estadual Baiano, entra na sua reta final neste Domingo quando acontece a primeira partida entre Bahia de Feira e Bahia, que pela primeira vez na história, vão se enfrentar em uma final com o tricolor de aço querendo o seu titulo de número 48, enquanto, o Bahia de Feira tenta levantar o caneco pela segunda fez.

O Campeonato 2019, trás para as partidas finais três novidades: A utilização do árbitro de vídeo, um anseio de clubes, torcedores e profissionais de imprensa. A cobrança das penalidades como fórmula de desempate se necessário e por final a ausência do Esporte Clube Vitória brigando com o Bahia pelo titulo que se certo modo tirar parte do brilho quando reduz significantemente as incertas que de quem sairá ao final das duas partidas, principio ativo e a pimenta de qualquer disputa listadas como decisão.

O futebol do interior quando juntos conquistaram quatro títulos baianos, com Fluminense de Feira (1963 e 1969), Colo-Colo (2006) e Bahia de Feira (2011). Somente o Bahia em 47 oportunidades.

O Esporte Clube Bahia é o grande favorito a conquista de mais um título indiscutivelmente. O orçamento robusto considerando o adversário, sentença que na maioria das oportunidades significa um elenco de maior qualificação e a própria histórias do futebol baiano colocam poucas dúvidas na conquista tricolor. Qualquer resultado fora deste cenário será considerado como zebra, aliás, como foi há oito anos trás quando conquistou o titulo inédito em cima do Vitória em pleno Barradão, após empatar em 2 x 2 em Feira de Santana e vencer o Leão de virada na 2ª partida pelo placar de 2 x 1.

Para o confronto no Estádio Jóia da Princesa, o técnico Quintino Barbosa deve escalar o Tremendão com: Jair; Van, Paulo Paraiba, Menezes e Cazumba; Capone, Edimar e Bispo, Jarbas; Deon e Bruninho.

Já o Bahia que não teve a escalação divulgada pode formar com: Anderson; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Ernando e Moisés; Elton e Douglas Augusto; Artur, Ramires e Arthur Caíke; Gilberto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE – FUTEBOL BAHIANO