Brasil leva dois ouros e uma prata na etapa de Brasília (DF)

Pódio completo com todas as duplas medalhistas da etapa de Brasília (Créditos: Divulgação/CBV)

O Brasil dominou a etapa de Brasília (DF) do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia, a quarta parada da temporada 2019. Foram dois ouros e uma prata para os times do país na competição realizada no Parque da Cidade. No masculino, título para Hevaldo e Arthur Lanci (CE/PR), e no feminino, ouro de Carolina Horta/Ângela e prata de Tainá/Victoria (SE/MS). A próxima etapa do circuito continental ocorre de 19 a 21 de abril, em Camaçari, na Bahia.

No naipe masculino, Hevaldo e Arthur Lanci superaram na decisão os venezuelanos Charly e Tigrito por 2 sets a 0 (21/19, 21/16). Horas antes, eles haviam eliminado nas semifinais os chilenos Marco e Esteban Grimalt com triunfo por 2 sets a 0 (26/24, 24/22). A campanha dos brasileiros foi perfeita, com seis vitórias em seis jogos e nenhum set perdido.

“Estamos muito felizes, pois recebemos respostas de que o nosso trabalho está sendo recompensado, que as nossas abdicações estão valendo a pena. Arthur e eu já ganhamos etapas do Circuito Brasileiro, agora do Circuito Sul-Americano, o próximo passo é do Circuito Mundial (risos). A alegria é grande por estarmos jogando bem, o resultado é consequência”.

O resultado faz o Brasil subir para o primeiro lugar no ranking do Circuito Sul-Americano masculino, chegando aos 700 pontos, mesmo número de pontos do Chile. A Argentina aparece em segundo, com 640 pontos.

No naipe feminino, o Brasil entrou em quadra já sabendo que seria campeão, já que a partida envolveria duas duplas da casa. E melhor para Carolina Horta e Ângela (CE/DF), que venceram Tainá e Victoria (SE/MS) por 2 sets a 0 (21/15, 21/18), ficando com o ouro. Ângela, que treina e mora em Brasília (DF), comentou a alegria de vencer a etapa em casa.

“A final foi um jogão, uma partida incrível e muito bonita de assistir, com pouquíssimos erros e alto nível. Estou muito feliz por termos conseguido jogar bem, colocando em prática o que planejamos na parte tática. Minha família e amigos estavam presentes, o pessoal do NCT, que é onde eu treino, foi uma sensação muito especial. Uma conquista que ficará marcada”.

Na disputa de bronze, Andressa e Solange (PB/DF) acabaram superadas pelas argentinas Ana Gallay e Fernanda Pereyra, por 2 sets a 1 (21/19, 18/21, 11/15), ficando na quarta colocação. Horas antes, pelas semifinais, Tainá/Victoria superou as argentinas por 2 sets a 1 (21/19, 19/21, 15/12), e Carol Horta/Ângela venceu Andressa/Solange também por 2 a 1 (21/17, 19/21, 15/10).

Tendo vencido as quatro etapas disputadas até agora no naipe feminino, o Brasil lidera o ranking continental com 800 pontos. A Argentina está em segundo, com 660 pontos.

Os pontos obtidos em cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final da melhor dupla de cada nação nos eventos. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral.

O Circuito Sul-Americano conta com cinco etapas regulares e dois torneios ‘Finals’, com maior pontuação e premiação, sendo um para o masculino e outro para o naipe feminino. Além de São Francisco do Sul (SC), Coquimbo (Chile), Lima (Peru) e agora Brasília (DF), a competição passará por Camaçari (Bahia). Os torneios ‘Finals’ serão em Resistência (Argentina), para o naipe feminino, e Brasil, em cidade que será definida, no masculino.

BRASIL NO CIRCUITO SUL-AMERICANO 2019

1ª Etapa – São Francisco do Sul (Brasil)
Josi/Neide (SC/AL) – ouro
Thiago/George (SC/PB) – bronze

2ª Etapa – Coquimbo (Chile)
Tainá/Victoria (SE/MS) – ouro
Carol Horta/Ângela (CE/DF) – prata
Jô/Léo Vieira (PB/DF) – bronze

3ª Etapa – Lima (Peru)
Josi/Neide (SC/AL) – ouro
Eduardo Davi/Adrielson (PR) – prata

4ª Etapa – Brasília (DF)
Carolina Horta/Ângela (CE/DF) – ouro
Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) – ouro
Tainá/Victoria (SE/MS) – prata

 

 

 

 

Fonte: Assessoria / CBV