Flamengo tenta quebrar tabu na Libertadores

Gabigol balançou a rede nos últimos três jogos: quatro gols em sequência
Gabigol balançou a rede nos últimos três jogos: quatro gols em sequência – ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

 

O Flamengo já quebrou um tabu contra o San José, na Bolívia, ao estrear com uma vitória fora de casa pela primeira vez na Libertadores. Diante da LDU, quarta-feira, no Maracanã, o Rubro-Negro tem a chance de encerrar outro incômodo jejum: há nove anos o time não vence dois jogos seguidos no torneio continental.

Não foi por falta de oportunidade que o Flamengo não emplacou uma sequência de vitórias na Libertadores. Desde a última vez que isso aconteceu — em 2010, ao vencer o Caracas-VEN e o Corinthians —, foram 13 triunfos nas 32 partidas que disputou na competição, e muitas chances de quebrar essa escrita com o Maracanã lotado e o amplo favoritismo, como no empate em 1 a 1 com o Santa Fé-COL no ano passado e a derrota por 3 a 2 para o León-MEX, em 2014, que custou a eliminação.

Mais do que quebrar um tabu de quase uma década, o jogo de quarta-feira é a chance de o time de Abel Braga deixar bem encaminhada a vaga nas oitavas de final. Aliás, também faz tempo que a equipe não passa com tranquilidade da fase de grupos. A última vez que o Rubro-Negro terminou com a primeira colocação foi em 2008. Nas cinco participações seguintes, o time ficou com a segunda colocação duas vezes e foi eliminado em três oportunidades.

SEQUÊNCIA EM CASA

No Flamengo, ninguém esconde que a Libertadores é prioridade, inclusive o técnico Abel Braga, que está disposto a poupar os titulares nas outras competições na busca pelo bicampeonato. Os três próximos jogos pelo torneio continental serão no Maracanã, chance de conquistar de vez a confiança da torcida e ganhar embalo para, finalmente, uma campanha digna da história do clube.

Após o confronto com a LDU, quarta, o Mais Querido recebe o Peñarol, dia 3 de abril, e o San José, no dia 11.

 

 

 

 

 

 

 

FONTE – O DIA