Neto Baiano se diz envergonhado e teme pelo BA-VI: “Vai ser complicado”

FOTO: MAURCIA DA MATTA / EC VITÓRIA

Dando mais um passo atrás na temporada, o Esporte Clube Vitória perdeu por 3 a 1 para o Botafogo da Paraíba na noite desta quinta-feira, em pleno Estádio Manoel Barradas. O Rubro-Negro chegou ao sexto jogo sem vencer e a segunda derrota seguida atuando no Barradão – havia perdido para o Atlético de Alagoinhas. Foi também o primeiro revés no Nordestão após emplacar quatro empates consecutivos por 1 a 1 (contra CSA, Moto Club, Bahia e Ceará).

Após a partida, atacante Neto Baiano, que entrou no decorrer do segundo tempo mas não conseguiu evitar o vexame, concedeu entrevista na saída do campo e fez um desabafo. O maior artilheiro do Barradão disse estar envergonhado e teme pelo BA-VI que acontece no próximo domingo. O jogador frisou que será complicado jogar o clássico “desse jeito”.

“Rapaz, não tem nem o que falar mais. Desculpa não posso dar. Eu como gosto desse clube é difícil até dar uma palavra. Agora é trabalhar porque tem o Ba-Vi. Não pode estar acontecendo isso. Estou envergonhado, não pode acontecer o que está acontecendo. A gente tem que correr mais. Jogar o Ba-Vi desse jeito vai ser complicado”, disse Neto.

Neto Baiano também saiu em defesa da diretoria, especialmente do presidente Ricardo David, e do técnico Marcelo Chamusca, que balança no cargo e corre risco de demissão. O mandatário e o treinador tiveram seus nomes gritados pela torcida esta noite no Barradão.

“Não podemos colocar só a culpa na diretoria, não só no técnico. A gente tem que jogar no campo. Técnico só escala, diretoria só contrata. Tem que ser cobrado não só Ricardo, mas os jogadores. Não é só diretoria, os jogadores também tem culpa. Como um dos líderes do grupo quero pedir desculpas à torcida”, afirmou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUTEBOL BAHIANO