Sem Ganso, Fluminense estreia contra time chileno na Copa Sul-Americana

 

Chegou a hora do Fluminense virar a chave e deixar o Campeonato Carioca um pouco de lado. Na noite desta terça-feira, o time comandado pelo técnico Fernando Diniz estreia na Copa Sul-Americana diante do Antofagasta-CHI, às 21h30, no Maracanã, pela primeira fase. E não terá Paulo Henrique Ganso, seu principal reforço para a temporada.

O meio-campista será desfalque porque foi contratado depois do prazo de inscrição na Sul-Americana ter se encerrado. O mesmo vale para o volante Allan, que chegou por empréstimo junto ao Liverpool, da Inglaterra. Ganso havia estreado com a camisa do Flu na sexta-feira, na vitória sobre o Bangu por 2 a 0, pelo Estadual.

A lista de desfalques pode ser maior. O volante Bruno Silva ainda se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda e é dúvida. Se não tiver condições, dá lugar a Dodi. Por outro lado, Fernando Diniz tem as voltas do volante Airton e do atacante Luciano, que cumpriram suspensão diante do Bangu.

A partida desta terça será histórica para o Antofagasta, de apenas 52 anos. Será o primeiro jogo da equipe chilena numa competição internacional oficial. Por isso, os torcedores não escondem a euforia e devem comparecer em bom público ao Maracanã. Na última sexta, o time perdeu para o Unión Española, por 2 a 1, e está em quarto lugar no Campeonato Chileno, com três pontos em duas rodadas.

Comandado por Gerardo Ameli, o Antofagasta não sabe se vai poder contar com seu principal jogador. Sem estar 100% fisicamente, o atacante venezuelano Eduardo Bello é dúvida. A delegação do clube chileno desembarcou no Rio de Janeiro no último domingo.

O confronto de volta entre os dois times estão marcado apenas para o dia 21 de março, no Chile. O gol marcado fora de casa vale como critério de desempate e por isso o principal objetivo do Fluminense é não ser vazado nesta terça-feira.

 

 

 

 

 

 

 

 

Estadão Conteúdo