Fluminense paga salário de novos contratados e reduz dívida com jogadores

Elenco tricolor ainda tem dinheiro por receber — Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC
Elenco tricolor ainda tem dinheiro por receber — Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

O Fluminense continuou colocando em prática a promessa de regularizar o salário em atraso dos jogadores. Na última quinta-feira, o Tricolor pagou o mês de janeiro aos reforços contratados para a temporada 2019.

A medida foi debatida na reunião entre o presidente Pedro Abad, o vice de futebol Fabiano Camargo e o diretor executivo Paulo Angioni e o elenco na quarta – um dia após a recusa dos atletas em treinar. Todos concordaram, afinal, os novatos ainda não tinham recebido qualquer remuneração no novo clube.

Desta forma, a pendência ficou assim:

  • CLT: 13º e férias referentes a 2018 e janeiro referente a 2019 (excluindo os reforços).
  • Direitos de imagem: novembro e dezembro de 2018 e janeiro de 2019 (excluindo os reforços).

Recentemente, a direção pagou o mês de dezembro e as premiações em atraso. Ao deixar a CBF na sexta-feira, onde participou de reunião sobre o Brasileirão, Abad reclamou da exposição do clube na imprensa.

– A gente conversou (com os jogadores). É algo interno nosso. Eles receberam uma palavra minha e dos demais membros da direção. Para frente, vamos resolvendo. Tem dinheiro para entrar. A situação não é como as pessoas pensam. O Fluminense aparece demais na mídia sobre esse assunto, não vejo essa mesma exposição de outros clubes que estão piores do que a gente. Existe um pouco de superexposição do Fluminense – avaliou o presidente.

O capitão Digão, após a vitória sobre o Bangu na sexta, também preferiu não dar detalhes do caso:

– Assunto interno. Vamos tratar dentro do clube.

Na terça-feira, o Fluminense estreia na Sul-Americana. Receberá o Antofagasta, do Chile, no Maracanã.

Fonte: Globoesporte