Acordo de R$ 1 milhão para liberar Wesley trava a um mês de fim de contrato com o Flamengo

Um imbróglio sem fim. A 30 dias do fim de contrato, o lateral-direito Wesley não segue com o grupo sub-20 para a pré-temporada de 2019. O jogador não atua desde maio do ano passado e teve frustrada tentativa de rescisão com o Flamengo.

Representando pelo agente italiano Mino Raiola, de Pogba e outros jogadores de destaque no futebol mundial, Wesley – através do ex-jogador Jorginho Paulista, que trabalha para Raiola – acertou liberação mediante depósito de R$ 1 milhão para o Flamengo.

Wesley Gasolina comemora gol pelo Flamengo: jogador completa 19 anos. Ele não atua há nove meses — Foto: Reprodução/Instagram

Wesley Gasolina comemora gol pelo Flamengo: jogador completa 19 anos. Ele não atua há nove meses — Foto: Reprodução/Instagram

A um mês do fim do seu vínculo com o Flamengo – até o dia 24 de março -, Wesley, que completa 19 anos dia 3 de março e tinha apelido de “Gasolina” pela velocidade e intensidade na lateral, e seus representantes miram o futebol do exterior. Sem acordo por renovação, o clube carioca negociou e aceitou R$ 1 milhão pelo valor de rescisão ainda em meados de janeiro. multa para o mercado exterior é de 8 milhões de euros. Para clubes brasileiros, R$ 10 milhões.

A saída, no entanto, terminou emperrada pela demora da grana ser depositada para o Flamengo – para não caracterizar participação de terceiros, a movimentação precisar ser somente entre as partes colocadas em contrato (de Wesley para o Flamengo). Apesar do contrato terminar no fim de março, o clube carioca tem direito de preferência na renovação. Isto quer dizer que se outro clube oferecer novo contrato pela transferência, o Rubro-Negro pode igualar a proposta.

As partes evitam se manifestar sobre o caso. A janela para os principais mercados da Europa está fechada. Mesmo após o fim do contrato, o lateral só poderia ser regularizado no meio do ano.