TJD denunciará Vasco e Fluminense por caos na final da Taça Guanabara

Caos no Maracanã marca final da Taça Guanabara
Caos no Maracanã marca final da Taça Guanabara Foto: Alexandre Cassiano

Depois das confusões envolvendo a Justiça comum, Fluminense e Vasco agora correm o risco de virarem réus na esfera desportiva. A procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) já iniciou a análise dos fatos com o intuito de definir como denunciar os clubes pelos incidentes na final da Taça Guanabara.

— Eu estou analisando. Teve esse rebuliço todo. Vai sair denúncia, não tenha dúvida — disse o procurador-geral André Valentim.

O Vasco foi mandante da partida e pode ser enquadrado por causa da confusão no lado de fora do Maracanã, por exemplo.

Por parte do Fluminense, até a entrevista de sábado do presidente Pedro Abad está na mira, pelo fato de ele ter convocado o torcedor para uma “guerra”. Ao fim das contas, o clube recomendou que os tricolores não fossem ao estádio — e pouquíssimos, de fato, apareceram.

Mas esse fato teria um dano menor em relação a uma tese que corre nos bastidores do TJD-RJ. E ela envolve a questão de o Flu ter acionado a Justiça comum antes de esgotar a esfera desportiva neste episódio em questão.

O tricolor foi buscar uma liminar para posicionar a torcida no setor Sul antes de levar o caso ao TJD. A pena prevista nesse artigo, caso de fato haja denúncia, é pesada: exclusão do campeonato e multa de R$ 100,00 a R$ 100 mil.

 

 

 

 

 

 

 

Igor Siqueira

FONTE – EXTRA