Palmeiras recheia elenco, mas reforços não entram em rodízio

FOTO – CÉSAR BRECO/DIVULGAÇÃO

 

Com nove caras novas, o Palmeiras recheou um elenco já considerado robusto nesta janela de transferências. No entanto, quem esperava uma adaptação rápida ao rodízio adotado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, ainda não teve as expectativas atendidas. Isso porque a maioria dos reforços segue sem ganhar oportunidades para mostrar serviço, sendo que boa parte sequer está inscrita no Campeonato Paulista.

Dos nove jogadores que chegaram, sejam eles contratados ou retornando de empréstimo, apenas dois tiveram presença frequente nos primeiros compromissos do ano: os atacantes Carlos Eduardo e Felipe Pires. Os dois foram anunciados com a missão de suprir as exigências de Felipão por uma peça de lado de campo, de velocidade, que preenchesse a lacuna deixada pelo lesionado William, desfalque durante o primeiro semestre inteiro.

O primeiro, que custou cerca de R$ 22 milhões aos cofres alviverdes, em negociação junto ao Pyramids, do Egito, disputou quatro jogos pelo Verdão e ainda não encantou, inclusive sendo bastante criticado por seu desempenho no clássico contra o Corinthians. Já o segundo, que chegou por empréstimo do Hoffenheim, da Alemanha, fez cinco aparições e foi o único a balançar a rede, com o gol marcado diante do Oeste, na vitória por 1 a 0.

Dos outros inscritos no Paulistão, entraram em campo apenas os meio-campistas Zé Rafael, ex-Bahia, e Raphael Veiga, que estava emprestado ao Athletico-PR, com uma partida cada até o momento. O atacante Ricardo Goulart, cedido pelo Guangzhou Evergrande, da China, segue em recuperação de uma artroscopia no joelho e tem estreia prevista somente para o fim de fevereiro.

De resto, o zagueiro Juninho, que retornou de empréstimo ao Atlético-MG, o lateral direito Fabiano, que retornou do Internacional, o volante Matheus Fernandes, ex-Botafogo, e o atacante Arthur Cabral, ex-Ceará, não têm seus nomes presentes na lista de inscrição do Estadual e ainda não atuaram em 2019.

Como as listas de inscrição do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores são limitadas, a expectativa é de que esses jogadores, sobretudo Matheus Fernandes e Arthur Cabral, integrem o rodízio palmeirense pelo menos no Campeonato Brasileiro. O nacional tem início marcado para o dia 28 de abril e duração prevista até dezembro.

Pelo Paulistão, o Palmeiras entre em campo neste domingo, quando enfrenta a Ferroviária, em duelo válido pela sétima rodada. Na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, a bola rola a partir das 17h (no horário de Brasília).

 

 

 

 

 

 

 

FONTE – GAZETA ESPORTIVA