Palmeiras tem oito que ficam sem contrato neste ano; veja cada caso

Resultado de imagem para palmeiras
FOTO – REPRODUÇÃO INTERNET

O Palmeiras começou a temporada com oito jogadores tendo seus contratos encerrados em 2019. Até agora, o único que renovou foi Thiago Santos, que assinou na última terça-feira um novo vínculo válido até dezembro de 2022, mas falta ainda uma longa lista que inclui nomes importantes do elenco como Gustavo Gómez, Felipe Melo e Fernando Prass.

O LANCE! detalha abaixo a situação de cada um dos oito jogadores com vínculos se encerrando nesta temporada no Palmeiras:

Nico Freire – contrato até junho
O zagueiro foi emprestado pelo Club Atlético Torque, do Uruguai, que faz parte do grupo que gere o inglês Manchester City, e dificilmente renovará. O argentino atuou só uma vez pelo clube, em amistoso na excursão do Verdão à América Central durante a Copa do Mundo, e nunca jogou com Felipão.

Gustavo Gómez – contrato até junho
O zagueiro é uma unanimidade entre os palmeirenses depois do excelente desempenho no ano passado. Está emprestado pelo Milan até 30 de junho e, se estiver em mais de 50% dos jogos do time desde sua chegada até o fim do vínculo, o Palmeiras é obrigado a pagar 1,5 milhão de euros (quase R$ 6,5 milhões) para ampliar seu empréstimo por mais um ano. Mas o Verdão teria ainda a possibilidade de tê-lo em definitivo por 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões), e a diretoria considera fortemente essa possibilidade.

Felipe Melo – contrato até dezembro
O volante já disse, no ano passado, que gostaria de ampliar seu vínculo com o Palmeiras, mas ainda não há movimentações da diretoria que indicam renovação. O meio-campista, que completará 36 anos em junho, foi importante na conquista do Campeonato Brasileiro e chegou a estar nos planos do Flamengo para 2019, mas as conversas entre os clubes sequer iniciaram. Seu desempenho nesta temporada definirá sua continuidade.

Guerra – contrato até dezembro
O venezuelano passará por um trabalho físico individual para diminuir as lesões e ter maior frequência dentro de campo, exatamente o que pesa para a sua continuidade. Pouco utilizado desde a chegada de Felipão, o meia, que fará 34 anos em julho, chegou a ser cotado no Cerro Porteño, do Paraguai, para esta temporada, e esteve na mira de outros clubes brasileiros, mas as negociações não avançaram. A expectativa é de que o camisa 18 mostre condições de ser mais útil para ampliar seu vínculo com o Palmeiras.

Jean – contrato até dezembro
O volante, que completará 33 anos de idade em junho, inicia sua quarta temporada no clube muito bem cotado com Luiz Felipe Scolari. O meio-campista já disse que será eternamente grato ao Palmeiras, já que recuperou-se de uma lesão no joelho direito que quase pôs fim à sua carreira, no começo de 2018. Existe a possibilidade de ampliar seu vínculo se continuar sendo frequentemente utilizado no rotina implantado pelo treinador. Começa 2019 com um trabalho físico individualizado para ser mais frequente em campo.

Fernando Prass – contrato até dezembro
O goleiro completará 41 anos de idade em julho e já disse que quer atuar profissionalmente, no mínimo, até o final de 2020. O camisa 1 virou reserva de Weverton em 2018, mas ouviu a promessa de Scolari de atuar mais neste ano, já que o rodízio na posição deve aumentar. Um dos maiores ídolos da torcida do atual elenco, foi alvo de campanha para que renovasse para 2019 e o mesmo pode ocorrer nesta temporada.

Jailson – contrato até dezembro
Também idolatrado pela torcida, o goleiro de 37 anos é outro que deve ter mais oportunidades na temporada, diante da promessa de maior rodízio no setor feita por Felipão. É considerado importante pela diretoria dentro do elenco e tem uma possibilidade grande de ampliar por mais um ano o seu vínculo no final da temporada, dependendo do que apresentar em campo.

Edu Dracena – contrato até dezembro
O zagueiro de 37 anos começa mais uma temporada com um trabalho físico individual para minimizar suas dores, como ocorreu com sucesso em 2018. O defensor teve seu contrato ampliado até o final da temporada depois de conquistar o Campeonato Brasileiro e compõe com Antônio Carlos uma das duplas montadas por Scolari e, dentro do rodízio, deve atuar bastante novamente. Dependendo do desempenho, também pode renovar.

 

 

 

 

 

William Correia
São Paulo (SP)

LANCE!