Palmeiras fará jogo duro para liberar Felipe Melo para o Flamengo

Resultado de imagem para FELIPE MELO PALMEIRAS
FOTO – DIVULGAÇÃO

 

O primeiro reforço do Flamengo para a próxima temporada pode ser um rosto bastante conhecido da torcida: trata-se do volante Felipe Melo, de 35 anos, um dos destaques do Palmeiras na conquista do título brasileiro. A gestão Rodolfo Landim, que assumirá o Rubro-Negro nas próximas semanas, trabalha para contratar o veterano antes da virada do ano. A tendência é que uma reunião entre as partes (Felipe e Flamengo) seja realizada até o fim da semana, amanhã ou sexta-feira.

Ontem, Landim fez elogios a Felipe Melo, na Gávea.

— Quem não gosta? — disse o futuro presidente, em entrevista ao youtuber Paparazzo Rubro-Negro.

A nova diretoria busca no mercado jogadores vencedores e identificados com o Flamengo. E Felipe Melo se encaixa neste perfil. Criado na Gávea, ele não esconde de ninguém a paixão pelo clube que o revelou. Felipe, aliás, vê com bons olhos um retorno ao Flamengo. Era a vontade dele no início do ano passado, mas o Rubro-Negro não chegou junto e o jogador foi parar no Palmeiras.

Felipe tem contrato com o clube paulista até dezembro do ano que vem, e o Flamengo tenta contratá-lo a custo zero. Claro, dependerá da força de vontade de Felipe para conseguir. O jogador precisará pedir a liberação ao Palmeiras. Algo que, no momento, não é cogitado no Palestra Itália. Felipe Melo é considerado pelo técnico Felipão peça fundamental e indispensável no elenco.

Com a camisa alviverde, Felipe Melo disputou 55 partidas em 2018 e marcou três gols. Foram 26 cartões amarelos e dois vermelhos recebidos. Menos expulsões do que Gustavo Cuéllar, titular do Flamengo. O colombiano levou três cartões vermelhos e 11 amarelos.

O torcedor do Flamengo mais jovem certamente, não lembra de Felipe com a camisa rubro-negra. Ele foi lançado em 2001. E logo em sua segunda partida foi o destaque. Marcou o gol da vitória sobre o Internacional por 1 a 0, resultado que foi fundamental para o Flamengo escapar do rebaixamento. Com a camisa rubro-negra, foram 71 jogos e 11 gols marcados.

 

 

 

 

Leonardo Maior

FONTE – EXTRA.GLOBO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *