Com último período perfeito de Renato, Pinheiros se recupera e derrota o Vasco em São Januário

Com último período perfeito de Renato, Pinheiros se recupera e derrota o Vasco em São Januário

Jogando em casa o Vasco contou com uma noite inspirada de Gemerson até o terceiro quarto, mas viu o Pinheiros se recuperar e vencer no Ginásio de São Januário. Nos últimos dez minutos de jogo, Renato foi perfeito e comandou a vitória paulista por 71 a 65. Dos 13 pontos marcados pelo camisa 15 de Pinheiros, 11 foram no último período. O cestinha da partida foi Gemerson, que marcou 17 pontos e ainda pegou 10 rebotes pelo Vasco.

– A gente começou o jogo muuito abaixo do que a gente pode fazer. No final, conseguimos encaixar uma defesa melhor e apostamos no contra-ataque. A gente tem uma equipe muito boa, que todos os jogadores podem entrar e fazer a diferença em uma vitória – comentou Renato.

Com o resultado, o Vasco continua com a vice-lanterna da temporada 2019 da NBB, com três vitórias em 12 partidas disputadas. O Pinheiros chegou a nove vitórias em doze jogos e está na quinta colocação na classificação geral, com a vaga garantida no Super 8.

O jogo

O primeiro período foi muito disputado, mas com poucos pontos. Com defesas bem fortalecidas e muitos erros de ataque, Vasco e Pinheiros só tinham feito 8 a 6 no placar com seis minutos de jogo. Mas no final, os dois times acertaram a mão e aumentaram suas pontuções. Quando o cronômetro zerou, a equipe carioca vencia por 19 a 18.

Ainda com muitos erros nos ataques, os dois times sofriam para aumentar suas pontuações no segundo período. Não satisfeito com o Vasco, o técnico Alberto Bial pediu tempo técnico. Faltando um minuto, Duda acertou uma linda cesta de três, sofreu falta na mesma jogada e colocou o Vasco em vantagem por 32 a 29. Depois de um erro de ataque do Pinheiros, Vithinho levantou a torcida. No último segundo, Duda Machado ainda acertou mais uma linda cesta de três e garantiu a vitória vascaína no primeiro tempo: 38 a 29.

– A gente começou com muita intensidade, como temos que fazer, principalmente aqui na nossa casa. Conseguimos abrir uma boa vantagem nessa parcial, mas temos que manter o mesmo ritmo para conquistar essa vitória, que vai ser muito importante. Vou mandar um beijo pro meu filho, que não pôde vir ao jogo e está fazendo aniversário – comentou Duda, que, até aqui, tinha dez pontos no jogo.

Com uma bonita cesta de três, Gemerson aumentou ainda mais a vantagem vascaína no início do terceiro período, 41 a 31. Com duas cestas seguidas de Ruivo, o Pinheiros voltou à partida. Mas Gemerson mostrou que queria se destacar: acertou duas bolas de três seguidas e chegou a 83,3% de aproveitamento. Com muitos erros de Bennett, o Pinheiros apostou em bolas de três com Gabriel e Isaac (duas vezes). Mesmo assim, a equipe vascaína terminou o terceiro quarto ainda na frente, 56 a 51.

O Pinheiros voltou no quarto período apostando tudo. Logo no início, o time paulista conseguiu diminuir a diferença no placar para apenas três pontos. Com uma bonita cesta de três, Renato deixou tudo igual no placar. Mas Duda acertou a mão na jogada seguinte: 59 Vasco, 56 Pinheiros. Mas o Pinheiros voltou à frente novamente, com três cestas seguidas de Renato. O técnico Alberto Bial pediu tempo técnico para tentar arrumar o time carioca.

Mas não adiantou muito, porque o Vasco continuou forçando bolas fáceis. O pivô Renato continuou marcando pontos para o Pinheiros e ainda contou com a ajuda de Dawkins para garantir a vitória do Pinheiros por 71 a 65 no Ginásio de São Januário.

– Até o terceiro quarto a gente estava bem. Nós estamos evoluindo como grupo ainda, ainda mais com a chegada do Caio agora. Nossa situação fica difícil na competição, mas vamos continuar brigando para conquistar uma vaga no Super 8 – disse Gemerson, cestinha do jogo com 17 pontos e dez rebotes conquistados.

O próximo jogo do Vasco é nesta sexta-feira, dia 14, contra o Mogi, às 21h10, no Ginásio de São Januário. O Pinheiros vai enfrentar o Botafogo, dia 13, às 20h45, também no Rio de Janeiro.

Fonte: Globoesporte