Debilitada, Cynthia Calvillo não bate o peso, mas luta é mantida

Cynthia Calvillo visivelmente debilitada na balança na pesagem oficial do UFC Buenos Aires — Foto: Zeca Azevedo
Foto: GloboEsporte

As 12 lutas programadas para o UFC Buenos Aires, neste próximo sábado, estão confirmadas. Mas a pesagem oficial na manhã desta sexta-feira não transcorreu sem problemas. A peso-palha Cynthia Calvillo subiu à balança com muitas dificuldades e bateu 53,5kg, ou seja, 900g acima do limite da categoria já com a libra de tolerância (0,454kg). Sua adversária, a brasileira Poliana Botelho, aceitou a luta e receberá 20% da bolsa da americana. Ela bateu 52,4kg.

– Vai ter a luta. Ela passou no exame médico. Foi uma questão de momento, ela estava um pouco debilitada, mas nada preocupante para o comitê médico. Ela fez toda a avaliação, está tudo certo. Agora é descansar, se hidratar e comer, e amanhã estará pronta – disse Cristiano Sampaio, diretor da CABMMA, informando ainda que não há um limite para Calvillo pesar antes da luta.

Com 18 minutos de janela, Calvillo chegou próxima à balança cambaleando, e precisou entrar no biombo para tirar a roupa. Com muita dificuldade, a americana conseguiu se firmar de pé na balança, sem a ajuda de funcionárias do Ultimate. Com o anúncio de que bateu 53,5kg, a lutadora peso-palha desceu e saiu andando com ajuda. Na sequência, a Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) confirmou a luta e a multa para Calvillo, em favor da brasileira.

Dos 24 lutadores do card, 21 deles se pesaram em 27 minutos, entre eles todos os brasileiros, que não tiveram problemas com o peso. Na ordem, se pesaram Johnny Walker (93,2kg), Poliana Botelho (52,4kg), Anderson Berinja (65,5kg), Cezar Mutante (84,1kg), Alexandre Pantoja (56,9kg) – que pediu a toalha – e Michel Trator (77,3kg).

Com 45 minutos de janela, o argentino Laureano Staropoli se pesou, seguido pelo compatriota Santiago Ponzinibbio, que bateu 77,6kg no meio-médio. Seu adversário Neil Magny fechou a pesagem com 1h10 de janela, confirmando a luta principal do UFC Buenos Aires também com 77,6kg.

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-médio (até 77,6kg): Santiago Ponzinnibio (77,6kg) x Neil Magny (77,6kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Ricardo Lamas (66kg) x Darren Elkins (65,8kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Khalil Rountree (92,8kg) x Johnny Walker (93,2kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Cezar Mutante (84,1kg) x Ian Heinisch (83,9kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Guido Cannetti (61,5kg) x Marlon Vera (61,5kg)
Peso-palha (até 52,6kg): Cynthia Calvillo (53,5kg)* x Poliana Botelho (52,4kg)

CARD PRELIMINAR

Peso-meio-médio (até 77,6kg): Michel Trator (77,3kg) x Bartosz Fabinski (77,1kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Alexandre Pantoja (56,9kg) x Ulka Sasaki (56,9kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Humberto Bandenay (66kg) x Austin Arnett (66kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Laureano Staropoli (76,7kg) x Hector Aldana (76,9kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Devin Powell (70,3kg) x Jesús Pinedo (70,8kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Nad Narimani (66kg) x Anderson Berinja (65,5kg)

* Não bateu o peso e foi multada em 20% da sua bolsa. O valor foi revertido para a sua adversária.

Todos os atletas tiveram uma libra (0,454kg) de tolerância em seus pesos, já que não haverá lutas válidas por cinturão.

 

 

 

Fonte: GloboEsporte