Briga pelo acesso na Série B tem reviravolta e se reduz para sete times; veja as contas

Briga pelo acesso na Série B tem reviravolta e se reduz para sete times; veja as contas

Após o acesso e o título de campeão da Série B com o Fortaleza, o G-4 da segundona se reduziu a três vagas, em que sete times ainda têm chances. Faltando apenas duas rodadas para o fim do campeonato, CSA segue praticamente garantido com 90% de probabilidade, enquanto Goiás tem 70%, Avaí 56% e Ponte Preta 44%. Londrina 25%, Vila Nova 13% e Atlético-GO 2% fecham os pretendentes. Os dados são do site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

A última rodada da Série B provocou algumas mudanças, e o maior beneficiado foi a Ponte Preta, que venceu o Juventude por 1 a 0 e está na quinta colocação, com 56 pontos, um ponto a menos que Goiás e Avaí, respectivamente, terceiro e quarto colocado.

A tabela dos quatro melhores não foi modificada na última rodada, mas Avaí e Goiás – derrotados por Fortaleza e Coritiba – deixaram a disputa do pessoal de fora do G-4 ficar mais forte. A briga entre os times é para chegar a 62 pontos, atual nota de corte da Série B.

Veja abaixo as chances e com quem jogam cada um dos times.

CSA – 59 pontos (90% de chance)

O vice-líder da Série B ficou no empate sem gols com o Atlético-GO em casa, e agora está a uma vitória em dois jogos para garantir a sua vaga. O próximo jogo será no sábado, também em casa, contra o Avaí, que pode mexer com o restante dos pretendentes. Depois fecha a Série B fora, em Caxias do Sul, contra o Juventude já rebaixado.

  • Contas: precisa de mais uma vitória.
  • Jogos: Avaí (C) e Juventude (F).

Goiás – 57 pontos (70% de chance)

Com uma vitória e um empate em cinco jogos (três derrotas), o Goiás ainda se segura na terceira posição. O time tropeçou feio na derrota de 1 a 0 para o Coritiba, mas ainda concentra boas chances, pois como Avaí e Ponte Preta se enfrentam na última rodada, o Goiás obrigatoriamente garante o acesso com apenas mais quatro pontos. Se ele chegar aos 61 pontos (e como terá 18 vitórias), não poderá mais ser ultrapassado pelos dois. O time pega o Oeste – 14º colocado e risco baixo de Z-4 – na próxima rodada e fecha com o Brasil de Pelotas em casa.

Contas: uma vitória e um empate

Jogos: Oeste (F) e Brasil de Pelotas (C)

Avaí – 57 pontos (56% de chance)

Quarto colocado, o Leão tem uma tabela complicada na reta final e também luta contra a queda de rendimento. O time tem apenas uma vitória nos últimos cinco jogos e foi derrotado pelo Fortaleza, na última rodada. Agora precisa vencer as duas próximas partidas para ter 63 pontos. Em caso de vitória e empate, chega a 61 pontos, que, conforme o setor de estatística da Univeridade Federal de Minas Gerais (UFMG), pode também significar classificação, mas que depende de queda de rendimento dos outros pretendentes. O próximo jogo é com o vice-líder CSA, e o último contra a embalada Ponte Preta.

Contas: duas vitórias

Jogos: CSA (F) e Ponte Preta (C).

Ponte Preta – 56 pontos (44% de chance)

A Ponte é a sensação da reta final da Série B, com uma ótima sequência de três vitórias e um empate nos últimos quatro jogos. O resultado catapultou a Macaca de uma chance ínfima de 6% há duas rodadas para os 44% atuais. No entanto, na quinta colocação, o único resultado que o time tem em mente é vencer os dois próximos jogos para chegar aos 62 pontos. Se empatar uma e vencer outra, o time chega a 60 pontos, que também reduz muito a possibilidade.

Contas: duas vitórias

Jogos: Coritiba (C) e Avaí (F).

Londrina – 55 pontos (25% de chance)

O Tubarão perdeu a chance de entrar no G-4 na rodada anterior, quando ficou no empate sem gols com o Oeste. Viu a Ponte tomar o quinto lugar e agora só pode pensar em duas vitórias para chegar a 61 pontos. Tem ainda que torcer para queda de desempenho do restante das equipes. O Londrina vai encarar o ameçado CRB na próxima rodada, no estádio do Café, e fecha fora com o Guarani, que já não tem muita importância para o adversário.

Contas: duas vitórias e torcer

Jogos: CRB (C) e Guarani (F).

Vila Nova – 55 pontos (13% de chance)

O Vila Nova ganhou novo fôlego depois de vencer o Figueirense na última rodada e está na mesma situação que o Londrina. O único objetivo é vencer as duas próximas partidas e torcer para que os tropeços reduzam o rendimento dos quatro melhores classificados. Pela frente terá o Criciúma ameaçado pelo rebaixamento e termina fora de casa contra o São Bento, que não possui mais nenhuma motivação.

Contas: duas vitórias e torcer

Jogos: Criciúma (C) e São Bento (F).

Atlético-GO – 53 pontos (2% de chance)

Oitavo colocado, o Atlético-GO colhe a queda de produção da reta final e mantém diminutas chances em razão do empate com o CSA. Mas precisa vencer as duas últimas rodadas e rezar para que todo mundo acima dele vá mal, até que a nota de corte caia aos 59 pontos possíveis.

Contas: duas vitórias e rezar

Jogos: São Bento (C) e Paysandu (F).

A 37ª rodada da Série B do Brasileiro começa nesta terça-feira com Ponte x Goiás, às 21h30 (de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas. Também jogam Figueirense x Paysandu para cumprir tabela.