Vasco se prepara para mais uma semana tensa

O elenco vascaíno se doou em campo, mas não conseguiu a vitória no clássico contra o Flamengo. A semana será de treinamentos e a segurança será reforçada por conta dos protestos (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

O time do Vasco mostrou muita vontade em campo, correu os noventa minutos, porém não conseguiu mais do que um empate por 1 a 1 com o Flamengo na noite de sábado, em Brasília (DF). O resultado na capital federal não foi suficiente para tirar o Cruz-Maltino da zona da degola no Campeonato Brasileiro e agora mais uma semana de forte tensão se inicia em São Januário.

Na chegada da delegação no domingo, um grupo de torcedores voltou a protestar. Cobraram o presidente Alexandre Campello e ameaçaram os jogadores com gritos de guerra no caso de um novo rebaixamento. O Vasco caiu para a Segunda Divisão nos anos de 2008, 2013 e 2015.

A diretoria planeja um forte esquema de segurança para a semana de atividades no Centro de Treinamento do Almirante, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A Polícia Militar também foi avisada e existe a preocupação de possíveis novos protestos.

O clima de medo entre os jogadores também é uma realidade. Alguns estão receosos de saírem de casa com medo de serem abordados em locais públicos, porém, nenhum reclama publicamente e o discurso é sempre o de trabalhar cada vez mais para que o Cruz-Maltino saia da incômoda situação na tabela de classificação.

E a semana do Vasco será realmente longa. Isso porque o time só volta a campo na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), quando recebe o Bahia em São Januário pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para este compromisso o técnico Alberto Valentim poderá contar com o retorno do lateral-direito Yago Pikachu e do volante argentino Leandro Desábato, que cumpriram suspensão no clássico. O time, porém, só será definido nas últimas atividades da semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE – GAZETA ESPORTIVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *