Diante do CSA, Criciúma busca seus primeiros pontos na Série B

Comandados de Argel Fuchs ainda não conquistaram pontos na Série B (Foto: Divulgação)

 

Nesta terça-feira, às 16h, Criciúma e CSA se enfrentam no Heriberto Hülse, em Criciúma, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O time da casa atravessa péssima fase, e tenta conquistar os seus primeiros pontos na competição, enquanto os visitantes vem embalados após vitória por 5 a 1 diante do Oeste.

Em três partidas realizadas pela Série B, o Criciúma sofreu a virada duas vezes. O time já sofreu seis gols na competição, e após a derrota por 2 a 1 para o Coritiba, o atacante Lucas Coelho criticou o desempenho defensivo da equipe.

“Conseguimos sair na frente de novo e tomar virada é difícil. Momento difícil de falar. Não tem explicação. A culpa é do grupo que não consegue ficar sem tomar gol. Novamente perdemos de virada. Não é hora apontar erro de um e de outro, mas de ter calma para organizar”, disse em entrevista à Rádio Eldorado.

Para a partida desta terça-feira, o técnico Argel Fuchs optou pela saída do Coelho, Suelinton e Andrew, para a entrada de Natan, Alex Maranhão e Zé Carlos. A formação continua sendo o 4-1-4-1, escolhe que, para o meia Elvis, não afeta muito o desempenho na equipe.

“Para mim não muda muita coisa. Entram dois jogadores experientes que vão ajudar, ganhamos com a bola parada do Maranhão, e o Zé Carlos é um homem gol. Quem entrar e quem está no time, tem que fazer de tudo para ajudar e eles vão nos ajudar muito”, afirmou.

O CSA, por sua vez, tem seis pontos na competição, e vem de boa vitória sobre o Oeste. Antes disso, havia sido derrotado pelo São Bento por 2 a 1, de virada. Para o meia Didira, o que falta para a equipe é ter mais atenção na volta do intervalo.

“O primeiro tempo que fizemos contra o São Bento foi excelente. No segundo tempo, eles mudaram e acabou descontrolando um pouco a nossa equipe. Não tivemos a mesma postura. Isso acabou se repetindo contra o Oeste. Conversamos com o treinador e entre nós jogadores para que a gente possa ter o máximo de atenção na volta do segundo tempo”, analisou.

Para o zagueiro Leandro Souza, apesar da má fase do Criciúma, a partida não será fácil, mas o pensamento é o de tentar conquistar a primeira vitória como visitante na competição.

“É muito mais difícil jogar contra uma equipe nesta situação. Jogando em casa, eles vão buscar a vitória com tudo, vêm para cima da gente. Mas sabemos que tem o outro lado da pressão, que eles jogam precisando do resultado. Vamos para lá com o pensamento de sair com a vitória, mas o Criciúma é uma equipe difícil, apesar da fase ruim”, completou.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA X CSA

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Data: 1 de maio de 2018, terça-feira
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)
Assistentes: Marcio Soares Maciel (GO) e Tiago Gomes da Silva (GO)

CRICIÚMA: Luiz; Natan, Nino, Sandro e Marlos; Liel; João Paulo, Elvis, Alex Maranhão e Nicolas; Zé Carlos
Técnico: Argel Fuchs

CSA: Cajuru; Celsinho, Xandão, Leandro Souza e Rafinha; Edinho, Ferrugem, Didira e Daniel Costa; Niltinho e Michel Douglas
Técnico: Marcelo Cabo